OtimaNutri - Blog de Nutrição e Suplementos Alimentares
entenda o que fazer em caso de dor muscular pós-treino

Dor Muscular Pós-Treino: Dicas para Evitar o desconforto

Na hora de se exercitar, você pode encontrar alguns desafios. A dor muscular pós-treino é um deles. O incômodo, que acontece sobretudo por causa da presença de ácido lático, afeta iniciantes e experientes em atividade física.

Porém, quem está começando a ter uma vida saudável pode se assustar mais. Relaxe. Não há motivos para você se preocupar, e existem até formas de diminuir essa sensação. É isso o que você vai entender neste artigo!

Por que é normal sentir a dor muscular pós-treino?

Também chamada de mialgia, a dor muscular é bastante comum e, muitas vezes, não precisa de um tratamento médico. No caso específico da dor muscular pós-treino, ela pode assustar quem é iniciante, por acreditar que fez algum movimento errado.

Na verdade, o incômodo pode, sim, ter a ver com alguma ação brusca e errada. No entanto, em grande parte das vezes, ele aparece por causa do acúmulo de ácido láctico no músculo. Em outras palavras: é uma reação normal do organismo.

Além disso, a dor muscular pós-treino pode surgir em quem faz musculação. Nessa situação, ela está associada com as microlesões que o exercício causa.

Durante essa prática, os tecidos musculares se rompem, gerando um processo inflamatório. O descanso e alimentação, porém, fazem com que eles se recuperem.

Tem como evitar a dor depois da atividade física

Quem já está mais habituado a praticar exercícios físicos, especialmente musculação, gosta de sentir um pouco de dor muscular pós-treino. Isso acontece porque eles sabem que o incômodo indica que tudo está bem e que, depois, serão recompensados com a boa forma e bem-estar.

Mesmo assim, há maneiras de diminuir ou evitar os incômodos. Veja só:

Usar gelo

O gelo auxilia na recuperação das microlesões e até impede danos maiores. Por isso, ele é utilizado quando as pessoas se machucam. Depois do exercício, você também pode aplicar um gelo na região dolorida para conseguir um alívio mais rápido.

Tomar banho quente

Após a aplicação do gelo, você pode tomar um banho morno. A água mais quente permite um relaxamento maior. Mas, claro, primeiro você precisará resfriar o corpo da atividade física. Caso contrário, não se sentirá confortável para usar a água morna.

Massagear

Que tal massagear a região que está incomodando? Isso ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo e reduz as substâncias inflamatórias. Sem contar que pode ser um jeito a mais de relaxar.

Por que não é indicado tomar medicação?

Pode até parecer estranho, mas o objetivo da musculação é causar microlesões para que os músculos possam crescer. Como você já viu, essa espécie de machucado que ocorre nos tecidos pode originar as dores.

Porém, ao primeiro sinal de incômodo, o indicado é não tomar um medicamento antiinflamatório. Até porque, a inflamação é exatamente o que você está buscando, certo?

Em outras palavras, ao tomar um remédio que corta a dor, você também pode estar reduzindo o resultado da atividade que realizou. Então, em vez de se automedicar, prefira buscar um jeito de relaxar – como nos exemplos acima – e dormir.

Caso a dor persista, é preferível buscar o auxílio de um profissional de educação física. Ele saberá orientar você sobre o que é mais indicado para esse momento.

Como reduzir o incômodo da atividade física?

Existem duas formas de diminuir os incômodos da atividade física. O primeiro deles é fazer um aquecimento antes dos exercícios. Isso ajuda a “desenferrujar” o corpo — como as pessoas dizem popularmente.

Sem contar que os movimentos de alongamento e aquecimento ajudam a evitar lesões. Então, você não pode deixar de fazê-los.

Outra maneira de aproveitar as atividades e evitar a dor muscular pós-treino é não parar de treinar. Muitas pessoas começam a malhar, sentem dores e param. Depois de alguns dias voltam à rotina e sofrem novamente com os incômodos.

O ideal, na verdade, é persistir, mesmo que haja um desconforto nos primeiros dias. Na segunda semana, é bem provável que você já nem sinta nada depois dos exercícios. Por esse motivo, vale a pena não desistir no começo.

Além disso, é importante manter o foco na alimentação. A dieta equilibrada é essencial para auxiliar na reconstrução muscular. Então, de nada adianta suar bastante durante os exercícios, se você comer qualquer coisa.

Quer saber mais sobre vida saudável e como atingir a forma que sempre desejou? Veja outras dicas do blog da OtimaNutri!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Inscreva-se e receba nossas dicas e promoções!